Buenos Aires é logo ali…

Já falei nos posts anteriores: adoro Buenos! Não é pelos pontos turísticos, mas sim pelo estilo de vida portenho. Gosto de ir a BA´s para realmente, frequentar a cidade: sentar em um café, e ficar observando os hábitos deles; sair perambulando pela cidade, que é toda plana; sair a noite para jantar, e conseguir entrar em todos os lugares, sem filas, nem esperas gigantescas (sou paulistana, e acostumada a filas! ou diria, traumatizada? hahahaha)

Se você pretende ir a BA´s, tranquilamente poderá ir sozinho, sem qualquer agência de turismo como intermediária. Existem muitos bons motivos para acreditar nisso, e aqui vão alguns deles:

-Facilidade com a língua: não precisa ser um expert em espanhol, para se fazer entender na Argentina;

-Moeda: é o peso argentino. Geralmente deixo para comprar um pouco de peso lá mesmo. Nunca compro muito, apenas o suficiente para utilizar em pequenas compras, e principalmente para os táxis. A dica é: quando comprar pesos, peça sempre notas pequenas, já que não é aconselhável dar notas altas aos taxistas – você pode correr o risco de receber notas falsas na devolução do troco! Alguns endereços de casa de câmbio: Aeroporto (geralmente mais caro, mas se for pequena quantia, compensa, porque você já troca na chegada a cidade); Calle Florida e região ( Casa de Cambio Metropolis); shoppings – Alto Palermo, Galerias Pacífico entre outros

-Aeroporto: geralmente você chega a Buenos pelo Ezeiza, que é o Aeroporto Internacional da cidade. Ele fica distante da cidade, aproximadamente uns 40 minutos. O melhor é contratar um taxi com preço fechado, nos guichês logo saindo no Desembarque do Aeroporto – são os famosos “remises”. Como estará com malas, é garantido que irá com segurança até o hotel. O outro aeroporto é o Aeroparque, bem próximo ao centro da cidade, e uma ótima opção. O difícil é encontrar algum vôo que chegue por este aeroporto.

-Táxi: existem milhares de táxis por Buenos Aires! Se você levantar a mão, pára uns 10! hahahaha É relativamente barato, então use e abuse deles. Nada é muito longe em BA´s, já que os turistas se concentram nas regiões mais centrais. Desta forma, nada pode demorar muito mais que 10 a 15 minutos no máximo (exceto se houver trânsito). Passou disso, pode mandar o taxi parar, porque estão te enrolando! hahahaha Mais um detalhe: argentino dirige MUITOOOOO mal! A primeira vez que fui, não acreditava naquilo! Me deu um acesso de riso tão grande dentro do táxi, que não conseguia parar! Estava rindo de nervoso, é claro! hahahahaha

-Hotel: costumo sempre ficar no Ibis Obelisco. É super bem localizado, na Corrientes, próximo a Av. 9 de Julho. Consegue ir a pé para vários lugares de lá. A tarifa é sempre boa, e na minha opinião, no Ibis, não tem surpresa! É o mesmo em qualquer lugar do mundo. Não perca tempo incluindo o café da manhã do Ibis na sua tarifa: tome café da manhã cada dia, em um dos vários Cafés espalhados pela cidade: tem um em cada esquina, e é uma delícia!

-Shows de Tango: fui 2 vezes no Café Tortoni. É menor e mais intimista, mais clássico. Minha dica é: vá apenas para o show, e compre o tícket direto no local, e não através dos hotéis. Sai muito mais barato! Além disso, eles tentam sempre empurrar o show com jantar junto. Não vale a pena, além de ser uma fortuna. Vá ao show, e escolha um super restaurante para ir depois! Isso não será problema em Buenos Aires!

-Compras: adoro Palermo! Existem muitos outlets nas imediações da Gurruchaga: vá aos de marcas argentinas! São os melhores. Além disso, Palermo possui muitas lojinhas lindas de rua, barzinhos, e restaurantes legais: explore este bairro, que é o mais charmoso na minha opinião. Parece a Vila Madalena, em São Paulo.

Fuja da Calle Florida: parece a 25 de Março! Um horror! A única coisa que vale a pena conhecer neste lugar, são as Galerias Pacífico: arquitetura bem bonita!

-Pontos Turísticos: existem os básicos – Casa Rosada, Puerto Madero, La Bombonera e Caminito, Bosques de Palermo, Feira de San Telmo aos domingos, Recoleta . Quem vai pela primeira vez, vale a pena conhecer todos.  Mas sinceramente, de todos estes, existem apenas 2 lugares que sempre procuro voltar: Puerto Madero – o lugar é bem legal, e com bons restaurantes, e Recoleta, por conta da Floralis Generica, que é uma rosa de aço, que fica ao lado da Faculdade de Direito de Buenos Aires. É linda! Adoro este lugar!

  

Na última vez, fomos ao cassino, que fica em Puerto Madero: ele é gigante, parece um shopping! Vale a pena conhecer, se nunca foi em um!

Tem um outro lugar, que também adoro voltar: é a livraria El Ateneo, que fica na Av. Santa Fé: era um antigo teatro, que foi transformado em livraria. Este lugar é muito lindo! No palco, existe um café. Não deixe de conhecer!

 

-Free Shop: o Duty Free na saída de Buenos Aires é o melhor. Bem grande, e com uma variedade boa de produtos. Vale a pena com certeza!

-Vinhos: para quem gosta, vale a pena trazer muitos vinhos de lá. Até no Carrefour você encontra bons vinhos a bons preços. Se preferir, existem as adegas, que já embalam os vinhos para serem despachados, e a preços bem bons também. Eu sempre trago.

Como já disse, o melhor da cidade, é justamente CURTIR a cidade! Aproveite um feriadão, e embarque nessa!

Enjoy it!

Anúncios


Categorias:Buenos Aires

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

passaporte no bolso

Blogue de viagens

Cantinho da Viagem

Seguindo o mapa das nuvens e navegando um barco bem vagaroso....

spottedsp.wordpress.com/

Um guia fácil de experiências inesperadas para quem está cansado de ir sempre nos mesmos lugares em SP

planejandoaviagem.wordpress.com/

Dicas de como planejar viagens por conta própria

%d blogueiros gostam disto: